AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

relações trabalhistas

Para discutir o tema e traçar um cenário das principais modificações na legislação, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Conselho de Relações do Trabalho (Contrab) e Conselho de Articulação Sindical e Empresarial (Conase), realiza o seminário A Evolução da Modernização Trabalhista. Será no dia 12 de junho, das 8h30min às 17h, no Teatro do Sesi.

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS), Vânia Cunha Mattos (foto), esteve na FIERGS, nesta quarta-feira (11), em encontro promovido pelo Conselho de Relações do Trabalho (Contrab). Entre os assuntos tratados estiveram a modernização das leis trabalhistas, saúde e segurança no trabalho e os processos de conciliação – um dos principais focos da gestão da presidente do TRT – 4ª região.

A possibilidade de migração do contrato trabalhista para o terceirizado e o custo/benefício deste tipo de relação, bem como seus impactos para as empresas e empregados, foram discutidos nesta terça-feira (28), na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS). Foi durante o painel Diálogos com a Indústria, realizado pelo Conselho de Reações do Trabalho (Contrab) da entidade. “Precisamos procurar diminuir a intervenção que existe, o governo querer regulamentar tudo, inclusive nas minúcias.

Unificar o envio de informações dos funcionários pelo empregador, consolidando informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas em uma única entrega é o objetivo do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial). Para preparar o setor industrial em relação a essas mudanças, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) realizou nesta terça-feira (17) o evento eSocial em Debate: Uma nova cultura nas relações entre empregadores, empregados e governo, no Teatro do Sesi, em Porto Alegre.

A aprovação da proposta da Reforma Trabalhista pelo Congresso Nacional, na visão da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), representa um grande avanço para a dinamização das relações trabalhistas com impacto positivo no ambiente de negócios, abrindo um caminho para a retomada dos empregos. Ela moderniza e desburocratiza as relações do trabalho, diz o presidente da FIERGS, Heitor José Müller: “É um almejado avanço para validar a negociação coletiva e reduzir o cenário de insegurança jurídica nas relações do trabalho.” 

“Modernizar para empregar. Esta é a solução”. A Carta de Porto Alegre, um documento conjunto assinado pelos presidentes das Federações das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), de Santa Catarina (FIESC) e do Paraná (FIEP), não deixa dúvidas. Elaborada para reforçar a posição dos empresários a respeito do que está sendo proposto pelo governo como reforma de leis trabalhistas, ela foi entregue pessoalmente ao presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, nesta segunda-feira (17).

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Mülller, disse nesta segunda-feira (13) ao ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que uma modernização da legislação trabalhista não significa perdas de direitos ao empregado, mas permitirá equilíbrio, segurança e transparência entre as partes envolvidas e maior competitividade das empresas.

As Súmulas do TST e seus Impactos nas Relações do

Trabalho, O Custo do Trabalho e a Dimensão Econômica das Decisões Judiciais, Terceirização, Desenvolvimento Econômico e o Direito do Trabalho e 101 Propostas para a Modernização Trabalhista são alguns dos temas que estarão em debate no VII Simpósio de Relações do Trabalho, na próxima semana, entre 24 e 26 de outubro, no Hotel Serra Azul, em Gramado. A promoção

O Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA) promove dia 25 de julho, o curso Relações Trabalhistas, destinado a empresários, na CDL Cachoeira do Sul (R. Pinheiro Machado, 2043), a partir das 13h30min e no dia 30, O Regime Tributário e a competitividade da indústria, no Sinmaqsinos (R. Lucas de Oliveira, 49, Sala 304) em Novo Hamburgo, a partir das 13h.